Coluna do dia

Colombo ao Senado

Durante o já tradicional almoço com jornalistas, nesta quarta-feira, 13, na Casa d’Agronômica, para o balanço de fim de ano, Raimundo Colombo oficializou a pretensão de ser candidato ao Senado em 2018.

Para isso, terá que renunciar ao mandato. O prazo fatal é o dia 5 de abril do próximo ano, quando efetivamente a renúncia deve ocorrer. Fato é que ele pretende iniciar a transição de governo, que ficará com o peemedebista Eduardo Pinho Moreira, no final de janeiro. No primeiro mês do próximo ano, Colombo pode pedir afastamento para tratamento de saúde, já abrindo um período para Eduardo Moreira. Na volta,  ele então deve dar início ao processo de transferência da administração, mas em fevereiro deseja fazer um curso de 18 dias na Espanha, quando o vice também assumiria. Nos dois casos, viagem para estudos e afastamento para tratar da saúde, o governador precisa de autorização da Assembleia. Há dúvida se os pedidos serão aprovados, até porque janeiro é mês de recesso parlamentar.

 

Ponderações

Duas considerações importantes neste momento. Primeira: Colombo tentará articular a reedição da aliança com o PMDB? Se sim, esticará ainda mais a corda em relação a Gelson Merisio.

Segunda: o pré-candidato do PSD ao governo, o próprio Merisio, controla praticamente 90% do partido e não considera, sob nenhuma hipótese até aqui, aliar-se ao PMDB. Vem articulando freneticamente noutra direção. Ou a corda arrebenta, não se sabe para qual dos dois lados, ou prevalecerá o entendimento e o espírito de corpo partidário? A conferir!

 

Peemedebê

Na reunião da bancada do PMDB, esta semana,  o líder Mauro de Nadal confirmou que o deputado Mário Marcondes deve se filiar ao partido nos próximos dias. Nadal também confirmou que Roberto Salum está integrado ao grupo. Os deputados que retornaram à Assembleia na semana passada, em função da definição de prioridades nas emendas do orçamento impositivo, em sua maioria participaram do encontro.

 

Volta ao Executivo

Ada de Luca deveria retornar ontem à Secretaria de Justiça e Cidadania. Moacir Sopelsa está retomando o comando da Agricultura e Luiz Fernando Vampiro volta a responder pela Infraestrutura. Carlos Chiodini, que é secretário do Desenvolvimento Sustentável, já reassumiu.

 

Juventude do DEM

O empresário Rodrigo Quadros, Secretário de Defesa do Cidadão da Prefeitura de Blumenau, foi escolhido, em congresso e convenção realizados em Recife (PE), vice-presidente nacional da Juventude Democratas, integrando a chapa que conduziu à reeleição, para mandato de 2017 a 2020, o presidente Bruno Kazuhiro (RJ). A JDEM é o órgão de ação partidária do Democratas, que congrega filiados jovens, com idade entre 16 e 33 anos.

 

Justiça

Em caso de condenação ou de absolvição de Lula da Silva no dia 24 de janeiro, o TRF-4, cumprindo seu papel, fará um favor à nação. Se o ex-presidente for inocentado, entra na disputa presidencial definitivamente. Caso contrário, ele sai do jogo antes de entrar (embora esteja em campanha fora de época, ferindo a lei, desde sempre). Daí, o cenário muda.