Destaques

Colombo pode apoiar Alckmin em 2018

Só agora vazou que Raimundo Colombo e Geraldo Alckmin almoçaram juntos na quinta-feira passada. O catarinense aceitou convite do anfitrião e esticou a agenda na Capital paulista, onde, um dia antes, recebeu premiação pelo nível de competividade econômica do Estado.

O ágape foi no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo de São Paulo. Alckmin e Colombo estão muito próximos politicamente. Inclusive com sérias possibilidades de o governador de Santa Catarina apoiar a candidatura presidencial do paulista.

Curiosamente, setores do PMDB Barriga-Verde, especialmente na figura de Eduardo Pinho Moreira, também querem estar no palanque do tucano em 2018. Três dias antes do ágape (segunda, 18) no Palácio dos Bandeirantes, Raimundo Colombo esteve com outro presidenciável, o seu correligionário e ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. Na oportunidade, o ministro assegurou a liberação de R$ 750 milhões para a segunda edição do Fundam.

Composições

Como Meirelles também está se ensaiando para trocar a farda de chefe da Fazenda pela fantasia de candidato a presidente, Colombo circula com desenvoltura nas duas frentes presidenciais. Também porque não está descartada a composição entre PSDB e PSD na disputa federal (Alckmin na cabeça e Meirelles de vice). Se ocorrer, pode trazer reflexos nas composições catarinenses.

Cabeça de chapa

Este contexto de união nacional entre PSDB e PSD favoreceria sobremaneira um entendimento entre pessedistas e tucanos aqui no Estado, criando a necessidade de Paulo Bauer e Gelson Merisio sentarem para conversar. Mas sempre vale lembrar que há ainda muita água para passar por baixo da ponte até as definições.

Lula em SC

Líder da bancada petista na Alesc, Dirceu Dresch está confirmando, ainda sem data definida, a passagem da chamada caravana do Lula por Santa Catarina. Segundo o deputado, o ex-presidente virá ao Estado depois que fizer seu movimento no Rio Grande do Sul.  

 Sola de sapato

Em conversa com Lula, Dresch afirmou que o PT estadual vai botar o pé na estrada, promover uma grande mobilização para divulgar o projeto ” Brasil Que o Povo Quer.”

No pódio

O renomado escritório Menezes Niebuhr Advogados Associados anunciou a chegada de novo e ilustre sócio. Trata-se do ex-deputado, ex-secretário de Estado, ex-presidente do TCE, advogado, jornalista e escritor, Salomão Ribas Junior.

Investimentos

Depois de semanas de impasses, idas, vindas e tiroteio, PSD e PMDB se entenderem na Comissão de Constituição e Justiça da Alesc e aprovaram o projeto que autoriza o Estado de Santa Catarina a ser avalista do financiamento de US$ 345 milhões que a Celesc está contratando. Importante, já que trará melhorias na estrutura energética do Estado, gerando novos investimentos. Com reflexos também na arrecadação tributária.