Categoria

Destaques

Destaques

17 de julho de 2017 - 10:24am
Rio de Janeiro- RJ- Brasil- 27/02/2016- O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva esteve da festa de 36 anos do Partido dos Trabalhadores, no Rio de Janeiro, neste sábado (27). A festa contou com a apresentação de Diogo Nogueira e a bateria da Portela, além de homenagem especial ao ex-presidente, a quem foi dedicada a música “Ser Humano”, de Zeca Pagodinho.
Houve ainda homenagem a Carlos Manoel, ex-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do Rio de Janeiro e secretário de finanças do PT fluminense, falecido na última terça-feira (23).

Em mensagem aos militantes, Lula reafirmou que é necessário defender e ajudar o governo federal a retomar um ciclo de crescimento com inclusão social. “O problema é nosso. É meu, é seu, e todos os brasileiros. Temos de assumir essa responsabilidade. Falar o que tem de falar, porque partido não precisa concordar sempre com governo. Mas saber que estamos juntos. Por mais que haja discordância de alguma coisa, o lado da Dilma é o do povo”, ressaltou o ex-presidente, saudado com gritos de: “não vai ter golpe”.

“O povo brasileiro quer emprego, salário, inflação baixa e ter um dinheirinho pra gastar com a família. E nós estamos vivendo um momento difícil. A culpa não é do governo, é de uma conjuntura mundial”, ponderou Lula. “O povo sabe que foi o PT que levou a tantas conquistas na última década. Foi o projeto que mais investiu em educação, que mais pôs comida na mesa do povo, que fez 40 milhões ascenderem socialmente, levou energia a 12 milhões de brasileiros”, relembrou.

O ex-presidente afirmou ainda que, para sair da conjuntura de crise, “temos de olhar ainda mais para o povo pobre. O pobre não é problema. É solução. Se o mundo rico tivesse feito desde 2007 investimentos para ajudar os países pobres a se desenvolver, estariam vendendo para o continente africano, para a america latina, e a gente teria deixado de ser pobres. Mas colocaram 12 bilhões de dólares para salvar o mercado financeiro, e não adiantou”.

Campanha de difamação e 2018

Lula falou ainda sobre a campanha empreendida por parte da mídia e setores do judiciário contra o PT e a honra do próprio ex-presidente. “Não podemos criminalizar qualquer pessoa que seja por causa de manchetes. Hoje, neste país, há um partido que se chama Globo, um partido que se chama Veja. Mas se eles quiserem voltar ao poder, tem de aprender a ser democráticos e respeitar os resultados das eleições”. Lula, que relatou os ataques diários sofridos por ele desde janeiro do ano passado, garantiu que não se intimidará. “se for necessário, se vocês entenderem necessário para defender este projeto, que está sob ataque, em 2018, eu, com 72 anos, volto a disputar a eleição”.

Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula

Os discursos do PT se tornaram ainda mais agudos, no sentido de se vitimizar e culpar os outros pelo desastre para o qual encaminharam o Brasil, depois da condenação exemplar…

Leia mais
Destaques

16 de julho de 2017 - 9:04am
????????????????????????????????????

Não passa uma semana em Brasília (exceção óbvia ocorrerá agora por conta do recesso parlamentar) sem que o trio Paulo Bauer (PSDB), Esperidião Amin (PP) e João Paulo Kleinübing (PSD)…

Leia mais
Destaques

14 de julho de 2017 - 8:10am
Lula da Silva e Michel Temer

O atual e o ex-presidente estão inovando quando o assunto é a história deste país. Condenado por Sérgio Moro, em sentença robusta, Lula da Silva é o primeiro ex-presidente da…

Leia mais
Destaques

13 de julho de 2017 - 9:16am
Lula condenação

Após a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a 9 anos e 6 meses de prisão pelo juiz federal Sergio Moro, nesta quarta-feira, a força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba informou que…

Leia mais
Destaques

13 de julho de 2017 - 8:59am
Gelson Merisio - regionais

Deputado Gelson Merisio, conforme a coluna antecipou, voltou à carga, com força, quando o assunto é o PMDB. Depois da trégua de dois meses solicitada pelo governador, e respeitada pelo…

Leia mais
Destaques

12 de julho de 2017 - 8:25am
Rodrigo Maia campanha

Rodrigo Maia, o Botafogo da delação de Odebrecht, tem tudo para ser o próximo presidente do Brasil. Michel Temer, repetem Lula da Silva e Dilma Rousseff, está provando do próprio…

Leia mais
Destaques

11 de julho de 2017 - 8:55am
rodrigo janot pedidos de prisão

Parece que finalmente líderes do PSDB e do PMDB se deram conta de que o procurador-geral da República é um petista convicto. Ele simplesmente soterrou qualquer processo que envolve os…

Leia mais
Destaques

10 de julho de 2017 - 6:55pm
Manoel Dias china

Durante encontro no Rio de Janeiro, no fim de semana, o secretário nacional do PDT, Manoel Dias, afirmou ao secretário do Secretariado do Comitê Central do partido chinês, Du Qinglin,…

Leia mais
Destaques

10 de julho de 2017 - 10:59am
Gelson Merísio e Raimundo Colombo

Gelson Merisio foi a grande estrela do encontro do PSD no sábado, em Criciúma, cidade que foi já administrada pelo atual maior rival do deputado, o vice-governador Eduardo Pinho Moreira,…

Leia mais
Destaques

9 de julho de 2017 - 9:00am
Dário e Paulo Gouvêa

Presidente estadual do DEM, ex-deputado Paulo Gouvêa da Costa (D), entra em contato e repassa a posição oficial sobre o posicionamento da legenda com vistas às eleições de 2018. É…

Leia mais