NotíciasÚltimas

Dreveck apresenta balanço das atividades

Uma das ações priorizadas pelo deputado Silvio Dreveck (PP) desde que assumiu a presidência do Legislativo estadual foi a aproximação do parlamento com o interior catarinense. Na última semana, o deputado realizou um roteiro pelo Alto Vale, onde se reuniu com prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e lideranças da região.

As reuniões foram realizadas na quinta e sexta-feira (5 e 6/10) em Ituporanga, Taió, Rio do Sul e Presidente Getúlio e contaram com a presença de líderes de cerca de trinta municípios. “Estamos trazendo informações das atividades desenvolvidas na Assembleia e no Governo e ouvindo as dem andas locais para podermos contribuir cada vez mais em favor dos municípios”, afirmou Dreveck, que deve percorrer outras regiões do estado até o final do ano.

Silvio Dreveck Alto Vale

Durante os encontros, Dreveck ressaltou a importância oportunizar o debate com as lideranças. “É somente com a maior participação e engajamento das pessoas com compromisso e seriedade no trabalho que iremos fortalecer a democracia e melhorar o cenário político no Brasil”, afirmou.

O deputado relatou algumas das ações realizadas na Alesc, entre elas a intensa pauta de votações com mais de mais de 180 proposições deliberadas. O deputado ainda detalhou as medidas administrativas adotadas no parlamento catarinense com o objetivo de modernizar as estruturas e economizar recursos.
Durante sua gestão, houve uma redução no quadro de funcionário e no limite de diárias, o corte de gratificações sobrepostas e a revisão de contrato de aluguéis e fornecedores. “As medidas vão gerar uma economia de R$ 10 milhões até o final de 2017. Estes recursos serão destinados ao governo, que poderá utilizar em áreas essenciais”, afirmou o deputado, que ainda informou que novas medidas devem ser adotadas até o final do ano com o objetivo de enxugar a estrutura e reduzir custos a médio prazo.

Na pauta de votações do segundo semestre, o presidente do Legislativo destacou o projeto que alonga o pagamento da dívida do Estado e limita o crescimento anual das despesas primárias de todos os poderes ao índice de variação da inflação em 2018 e 2019. De acordo com estimativas, esta alteração representa uma diminuição de mais R$ 6 bilhões na dívida para os próximos 10 anos.

Após as reuniões na região, Dreveck seguiu para Mafra, onde presidiu a Sessão Solene em homenagem aos 100 anos do município.