Destaques

Futuro de Aécio pode ser decidido nesta quarta

Apesar da semana curta, as notícias policiais seguem ocupando praticamente todos os espaços dedicados à cobertura política no Brasil.

Para esta quarta-feira, o STF, depois de um ano e meio, deve julgar o processo sobre medidas cautelares a que estão sujeitos os congressistas que respondem a inquéritos criminais. Havia um entendimento inicial de que suas “Excelências”, como Aécio Neves, poderiam, sim, receber sanções cautelares na condição de indiciados criminalmente.

A matéria não envolve diretamente o senador tucano, mas será fundamental para seu futuro, já que ele está afastado do mandato e proibido de sair de casa à noite. Principalmente porque há sinais preocupantes de que policiais, procuradores e magistrados começaram a rever posturas, indicando que os eleitos estariam imunes às sanções, numa espécie de salvo-conduto para crimes “comuns”.

Depois de PT e PMDB, cujos desgastes são brutais, a situação de Aécio coloca o PSDB em situação delicada, com respingos inevitáveis no processo eleitoral. Inclusive nos Estados.