Destaques

Kleinübing deve ficar no PSD

Pelos sinais externos e internos emitidos nos últimos dias, culminando com o discurso no encerramento do encontro regional do PSD, em Blumenau, esta semana, dá pra deduzir que o deputado federal João Paulo Kleinübing suspendeu os planos de assinar ficha no DEM.

Ao lado do pré-candidato do partido ao governo, deputado Gelson Merisio (D), JPK anunciou que “estaremos juntos na eleição do ano que vem.”

O fato é que Kleinübing mira uma vaga majoritária no pleito do ano que vem. Por isso, o ensaio para o embarque no DEM. O projeto fez água depois que o PP assinou “moção de compromisso” para aliança com o próprio PSD. Nos bastidores, articulava-se uma nova tríplice em Santa Catarina: PSDB, DEM e PP.

Mesmo que ele tenha sugerido que o Vale do Itajaí tem que marcar presença numa das quatro vagas majoritárias em 2018, a tendência, no momento, é JPK disputar a reeleição à Câmara Federal.

ATUALIZAÇÃO – O deputado federal João Paulo Kleinübing entrou em contato com o blog. Fez a ressalva de que suas declarações em Blumenau não podem ser traduzidas em apoio ao projeto eleitoral de Gelson Merisio. O “estaremos juntos na eleição do ano que vem”, segundo JPK, foi dita no contexto partidário (pois se tratou de uma reunião do partido) e não no âmbito das projeções pessoais. O parlamentar ressalta que pode vir a apoiar Merisio, mas frisa que o PSD, neste momento, não pode ficar restrito a um nome.  De acordo com ele, a legenda conta com outras opções, como João Rodrigues, ele próprio e Milton Hobus. 

MERÍSIO KLEINÜBING BRUSQUE
Registro de conversa de pé-de-ouvido entre Kleinübing e Merisio

Foto>arquivo, divulgação