Destaques

Meirelles deve ficar pelo caminho

O PSD de Santa Catarina, partido do governador Raimundo Colombo e do pré-candidato ao governo e presidente estadual, Gelson Merisio, andava todo animado face à possibilidade de candidatura presidencial do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que é correligionário de ambos.

Pelo visto, no entanto, esse projeto vai ficar na estrada. Talvez o partido não possa nem mesmo contar com Meirelles para compor uma chapa nacional. Por quê? Porque o senador José Serra  desistiu da candidatura ao governo de São Paulo, principal Estado brasileiro.

O candidato tucano na maior e mais poderosa unidade federada do país tem tudo para ser o atual prefeito da cidade de São Paulo, João Dória Júnior. E o vice dele na disputa regional tende a ser o ministro das Comunicações e presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab.

De cima

Uma vez selado esse acordo paulista, que é estratégico sob todos os aspectos, isso vai refletir diretamente na disputa à sucessão de Michel Temer. Até porque, os paulistas são administrados, pela quarta vez, por outro tucano, Geraldo Alckmin.

Candidato tucano

Salvo engano, Alckmin vai se desincompatibilizar para ser o candidato do PSDB à Presidência da República. Neste contexto, naturalmente o PSD vai ter que fechar com Alckmin na disputa nacional, sepultando o palanque presidencial que o PSD apostava em Santa Catarina. Ele deixa de existir porque Meirelles vai ficar apenas na saudade. O vice de Geraldo Alckmin tem tudo para ser um peemedebista, avalizado por Michel Temer.

Sob nova direção

O novo presidente do CREA é o engenheiro agrônomo  Ari Geraldo Neumann. Ele foi empossado para a gestão 2018-2020,em concorrida solenidade na Capital, na sede da Celesc.

Neumann destacou que será uma gestão de continuidade, enaltecendo o antecessor, engenheiro Carlos Alberto Kita Xaveir, que “elevou o Conselho a um patamar de destaque dentro do Sistema, sendo reconhecido como o mais eficiente e eficaz do país.”

Recursos

A deputada federal Geovania de Sá (PSDB), durante passagem por Joinville,  anunciou ao prefeito Udo Döhler que os R$ 200 mil de suas emendas parlamentares destinados à reforma do Laboratório Municipal  já estão disponíveis para uso. Ao todo, Geovania já destinou R$ 760 mil para a cidade. As demandas chegam até ela por meio do vereador Lioilson Correa.

Lula aqui

O PT de Santa Catarina está engajado no esforço do partido para, nacionalmente, tentar demonstrar musculatura e ânimo depois da confirmação da condenação de Lula da Silva e o aumento de sua pena de prisão. A seção Barriga-Verde da legenda anunciou que o ex-presidente terá agenda em Florianópolis no dia 1º de março. Na sequência, ele vai a Chapecó e São Miguel do Oeste, onde será recebido por movimentos que foram, e ainda são de alguma maneira, sustentados com generosas verbas públicas.

Espaço

Ex-prefeito de Balneário Camboriú, Edson Piriquito, é pré-candidato a deputado estadual pelo MDB no Litoral Norte. Mas pode encontrar dificuldades, caso se confirmem as conversas de bastidores dando conta de que Thiago Morastoni, filho do prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni, deve entrar na disputa por uma cadeira na Alesc.  Os Morastoni também estão alistados no Manda Brasa.