Coluna do dia

Momento decisivo

Esperidião Amin não terá vida fácil na convenção estadual do PP, marcada para o dia 21 deste mês. Além de enfrentar o presidente da Alesc, Silvio Dreveck, o ex-governador não contará com o apoio da maior parte da juventude do PP, respaldada pelo deputado federal Jorge Boeira em sintonia com o prefeito Joares Ponticelli. O candidato deste grupo é o vereador Leonardo Piruka, de 29 anos. Ele foi o mais votado na eleição de Balneário Camboriú no ano passado.

A definição pepista mexe com o quadro sucessório estadual. Se o atual comandante renovar o mandato, a tendência é o favorecimento da manobra para uma chapa encabeçada por Paulo Bauer (PSDB), guindando o deputado federal João Paulo Kleinübing, que trocaria o PSD pelo DEM, à majoritária como candidato a vice, e o próprio Amin se apresentando novamente para o Senado. Formaria-se uma chapa com perspectivas reais de vitória.

Por outro lado, se o deputado Silvio Dreveck vencer, significará a consolidação da aliança PSD e PP. Quem ganharia musculatura é o projeto de Gelson Merisio, pré-candidato pessedista ao governo. Nos bastidores, as conversas e articulações fervem.

 

No Sul

A convenção municipal do PP em Tubarão estava marcada para sexta-feira à noite. Ato meramente homologatório, já que houve acordo para o presidente seguir pilotando a legenda. O detalhe é que os pepistas tubaronenses têm um grupo forte, onde estão o prefeito Joares Ponticelli e o deputado federal Jorge Boeira. Eles fecharam questão com uma terceira candidatura à presidência estadual do partido: Leonardo Piruka, o vereador de Balneário Camboriú.

 

Renovação

A palavra de ordem no PP de Tubarão é renovação: recado claro a Esperidião Amin, atual presidente e cuja família só não controlou o partido no período que antecedeu a Lava Jato.

 

Majoritários

Desde 1982, Esperidião e a esposa Angela vêm se revezando nas disputas majoritárias estaduais. O surgimento de Piruka, que já concorreu ao comando estadual do PP há dois anos com o próprio Amin, para marcar posição e com poder de mobilizar parte significativa da juventude da legenda, tende a favorecer o deputado estadual Silvio Dreveck, tirando apoios do ex-governador.

 

Reconhecimento

O Juiz Márcio Schiefler Fontes teve seu nome aprovado pelos 11 Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) para uma vaga no Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Há quase 10 anos, a mais alta Corte de Justiça do País não indicava por unanimidade um magistrado de carreira para o cargo. O STF comunicará em breve a indicação ao Senado Federal, que realizará a sabatina com o Juiz catarinense. Ele foi auxiliar do ministro Teori Zavascki, o falecido relator da Lava Jato no STF.

 

Turismo

O prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira, confirmou a presença do ministro do Turismo, Max Beltrão, na cidade ainda este mês. Vem para vistoriar o Centro de Eventos.

 

Frase

“Voto contra a criação desse fundo partidário. Não podemos tirar dinheiro da Educação, da Saúde, enfim. Estamos enfrentando tantas dificuldades. Inclusive, abro mão da minha cota. Tomara que tenha uma emenda para quem abre mão da sua cota, para que esse dinheiro volta para a União.” Deputado Federal Celso Maldaner, abrindo voto contra a criação do fundo partidário com dinheiro público para financiar campanhas eleitorais.