NotíciasÚltimas

Moro e Bretas na farra do auxílio-moradia

O jornal Folha de S. Paulo publicou,  na edição desta sexta-feira (2) que o juiz Sérgio Moro, mesmo sendo dono de um “tríplex” em Curitiba, recebe auxílio-moradia de R$ 4.378 ao mês. Está errado, absolutamente reprovável e inaceitável. Ainda mais em um momento como estes. Se é para realmente passar o país a limpo, que seja uma limpeza generalizada, em todos os poderes e segmentos. O mesmo vale para o juiz Marcelo Bretas, do Rio de Janeiro. Assim como Moro vive em Curitiba e mesmo assim recebe o indecente “auxílio”, Bretas vive na capital fluminense. Mas este foi além. Entrou na própria Justiça, da qual ele faz parte para garantir a mamata não só para ele, mas também para a esposa, que é juíza, e vive com ele no mesmo endereço. Vergonhoso.

Marcelo Bretas e Sérgio Moro: escândalo - foto>divulgação
Marcelo Bretas e Sérgio Moro: escândalo – foto>divulgação

IRONIA

No caso de Sérgio Moro, há, ainda a ironia no fato dele ser proprietário de um tríplex, mesmo tipo de imóvel que levou o magistrado a condenar Lula da Silva, um mimo da generosa Odebrecht. O endereço fica a três quilômetros do foro onde atua o juiz.

Pode ser que tudo isso seja legal. Mas é absolutamente imoral. Repetindo. Inaceitável. Se o MP e o Judiciário que só querem privilégios, estão aproveitando para passar o país a limpo, como não abrem mão desses absurdos?  Aliás, o Judiciário já está querendo novamente pedir aumento de salário. Aonde vai parar isso? É um absurdo. Desde 2014, esta generosidade toda com a magistratura e o MP custou, ao castigado cidadão, absurdos R$ 6 bilhões. Um verdadeiro escândalo, que tira a moral de quem deveria ser inatacável.