NotíciasÚltimas

Pavan: “Projeto do PSDB tem que ser para SC”

Em roteiro pela região Oeste do Estado, no final de semana, quando debateu com instâncias governamentais estratégias para potencializar o turismo regional e o papel dos municípios neste contexto, o secretário de Turismo, Esporte e Cultura, deputado Leonel Pavan também analisou o quadro político para a sucessão estadual em 2018.  Sem falar em candidaturas específicas, disse que o PSDB catarinense esta mais fortalecido do que nunca, tem potencial e pré- candidatos capacitados, mas observou também que o partido não pode ser intransigente e manter o diálogo com outras siglas para eventuais coligações, se for o caso. “Não podemos ter projetos pessoais, temos que construir um projeto que seja consistente para Santa Catarina”, resumiu.

Leonel Pavan e o prefeito de São Carlos, Kelen Giongo
Leonel Pavan e o prefeito de São Carlos, Kelen Giongo

Privatização e atitude Ao incentivar os municípios da região Oeste a fazer o cadastro para integrar o Mapa do Turismo Brasileiro 2017 como forma de garantir apoio financeiro para estruturação do setor, o secretário Leonel Pavan também cobrou atitude e criatividade dos gestores, além de estabelecer parcerias com a iniciativa privada para tornar realidade e gerar movimentação econômica com projetos e ações. Se não houver ações práticas, muitos projetos morrem no papel, alertou.

Em visita ao município de  São Carlos, inserido na nova região turística do Vale das Águas, e onde se reuniu com o vice-prefeito kelen Giongo (PSDB), exemplificou o caso do Balneário de Pratas, onde há mais de sete anos esta paralisada a obra municipal de construção de um parque termal com cerca de R$ 7 milhões de investimentos. “É um projeto turístico cuja exploração pode ser concedida à iniciativa privada pela prefeitura municipal. Haverá novos investimentos e toda comunidade regional sairá ganhando com a movimentação econômica gerada”, aconselhou.

 

Foto – Leone Pavan e o viceprefeito tucano de São Carlos , Kelen Giongo: apoio para fortalecimento do turismo regonal. Divulgação