Destaques

Rodrigues diz que vai se aposentar se for condenado pelo STF

Expectativa nos meios políticos de SC em relação ao julgamento do deputado federal João Rodrigues, nesta terça, pela Primeira Turma do STF. Ele responde por irregularidades no processo licitatório para a compra de uma retroescavadeira quando era vice-prefeito de Pinhalzinho, em 1999. A relatoria é do ministro Luiz Fux. Rodrigues foi condenado no TRF-4, em Porto Alegre.

Reflexos eleitorais

O resultado do julgamento do recurso da defesa do parlamentar junto ao STF tem relação direta com o processo sucessório estadual. João Rodrigues não é nome para a cabeça de chapa, mas é opção para uma composição majoritária. Vai depender de que tipo de aliança será firmada em agosto, envolvendo o PSD.

Projeção

Nos bastidores, projeta-se que a condenação deve ser mantida, mas que pode haver o entendimento de que a pena já prescreveu, o que livraria Rodrigues de ir para a cadeia e de ficar inelegível. Justamente esta interpretação leva a defesa a crer que o julgamento poderá ser adiado, uma vez que o relator terá que dar vistas do processo ao Ministério Público. 

De qualquer forma, o deputado federal gravou um vídeo, que circula fácil pelo WhatsApp e outras redes sociais, afirmando que irá encerrar a carreira política se for condenado.

Opção pela reeleição

Mesmo que prevaleça a projeção de que a hipotética pena já teria prescrevido, se o parlamentar for condenado, fica confirmada a culpa, o que inviabilizaria, da mesma forma, sua presença em uma chapa majoritária por motivos óbvios. Confira o vídeo: