Coluna do dia

Sob novo comando

Professora Alacoque Erdmann, que era vice-reitora de Cao Cancellier, foi investida na condição de reitora interina da Universidade Federal de Santa Catarina. Decisão do Conselho Universitário da instituição, cuja preocupação central no momento é com o vácuo de poder. Ela foi eleita vice-reitora e vem respondendo interinamente com base na decisão dos conselheiros, depois de 4 horas de reunião tensa e com muita divergência.

Por ora, Alacoque foi confirmada na proa da UFSC, mas a decisão ainda não tem caráter definitivo. Instabilidade gerada por diferentes correntes política que atuam no campus.  Uns defendendo nova eleição para a Reitoria e outros posicionados pela investidura definitiva de Alacoque.

Há a possibilidade de ela ser confirmada, mas mediante uma sanção presidencial. Ou seja, dependeria de Michel Temer. A outra solução, bem mais traumática, seria a realização de novo pleito interno, mobilizando milhares de eleitores. Comprometeria, evidentemente, a continuidade administrativa, dentro da filosofia implantada pelo falecido Cancellier.

 

Judicialização

Nova eleição também traria celeumas jurídicas. Alacoque, por exemplo, poderia estar no exercício do cargo e disputar a reeleição? Aí entra uma série de variáveis. A professora está no leme da UFSC agora. Mas é uma solução “momentaneamente definitiva.” Não existe prazo para que o Conselho se posicione e aponte a solução final para o impasse.

 

Chapa única

Proposta de chapa única ao diretório e de convenção festiva que valorize o momento da sigla foi aprovada por unanimidade na reunião da Executiva Estadual do PSDB. Falta definir se o atual comandante, Marcos Vieira, seguirá à frente do partido ou se haverá outro nome de consenso, uma vez que a gestão de Vieira não é unanimidade dentro da legenda.

 

Data

A convenção estadual do PSDB, que vai sinalizar os rumos do partido em 2018, está marcada para o dia 11 de novembro. Embora o partido não gravite em torno de um único nome, a ideia aprovada pela cúpula é de aproveitar 80% das lideranças tucanas que participaram das últimas eleições. Em 2014 e 2016.

 

Dário e Cavallazzi multados

O TCE decidiu multar o ex-prefeito de Florianópolis, Dário Elias Berger – hoje senador -; e o ex-secretário de Turismo, Cultura e Esporte da Capital, Mário Roberto Cavallazzi, e o ex-secretário-adjunto da mesma pasta, Aloysio Machado Filho, por irregularidades na contratação de empresa para a criação, execução, montagem e desmontagem da árvore de Natal, ocorrida em dezembro de 2009. Além das multas, que totalizam R$ 67.218,94, a corte de contas também fez cinco determinações à prefeitura, entre elas, uma para que anule o edital de Inexigibilidade de Licitação nº 519/2009 e o respectivo contrato nº 1056/2009.

 

Palestra

O Centro de Educação do Planalto Norte (Ceplan), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), fará, na próxima segunda-feira, uma palestra gratuita com Ozires Silva, fundador da Embraer, uma das principais fabricantes mundiais de aviões. O evento comemorará o Dia Nacional da Ciência e Tecnologia.

 

Gratuidade

A palestra de Ozires será aberta ao público, com realização no Cine Brasil, no Centro de São Bento do Sul.