Notícias

Alcides Abreu: perda irreparável para Santa Catarina

Professor Alcides Abreu faleceu às 23 h do dia 21 de julho no Hospital de Caridade, em Florianópolis, aos 88 anos de
idade. Natural de Bom Retiro, era uma das cabeças mais geniais de Santa Catarina, além de um dos intelectuais mais
produtivos. Foi promotor público, diretor regional do Senai, professor de várias disciplinas na Faculdade de Direito da Universidade Federal de Santa Catarina, presidente do Besc, professor da Universidade de Brasília, integrante da Academia Catarinense de Letras, Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, professor da Escola Superior de Administração e Gerência da Udesc e professor da Unisul.

alciddes abreuEm sua rica biografia, destaque para a elaboração do Plano de Governo de Celso Ramos, quando elaborou um projeto revolucionário na educação estadual e sugeriu a criação do Besc, Udesc, Celesc, BRDE e outras instituições públicas de grande importância para os catarinenses. Em Brasília, trabalhou como Secretário do Desenvolvimento na gestão Plínio Catanhede, quando fundou o Banco Regional de Brasília.
Idealizou, também, o Projeto Catarinense de Desenvolvimento no governo Colombo Salles, na década de setenta, com importantes obras e serviços que mudaram para melhor várias regiões do Estado, especialmente, em Florianópolis.
Deixa várias obras publicadas, além de estudos atualizados sobre Santa Catarina e o futuro do Brasil.