Destaques

Secretariado técnico e com peso político!

A equipe de governo do prefeito de Blumenau, Napoleão Bernardes, demorou 38 dias para ser anunciada neste início de 2017. E há motivos de sobra para justificar esse tempo. O alcaide tucano conseguiu, numa tacada, formar um colegiado com perfil técnico e também imbuído de forte representação política. Sua base de apoio aumentou na campanha de reeleição e a engenharia para compor o novo governo demandou muita conversa, análise e projeções que passam, ainda, pelas eleições de 2018. Mesmo ampliada, a base de Napoleão está satisfeita e contemplada. Tudo com muita discrição, marca inequívoca do prefeito.

De modo geral, a nominata apresentada vem sendo cantada em verso e prosa como resultante de vitoriosa estratégia política e administrativa de um gestor público jovem e que já se firmou no contexto da política catarinense.

Outro ponto fundamental para o sucesso das negociações: a credibilidade do prefeito. Facilitou tudo, pois em Blumenau o universo político sabe que uma vez empenhada a palavra do tucano, ela será cumprida. Foi assim nos primeiros quatro anos e deve seguir nesta toada durante a promissora carreira do blumenauense que tem tudo para alçar voos  mais altos no futuro!

 Tripé

 Ao lado de Napoleão Bernardes, dois nomes se destacam como principais articuladores e interlocutores juntos aos aliados: Jean Havenstein (Chefe de Gabinete) e Alexandro Fernandes (Ex-Secretário da Fazenda e atual Presidente do Samae – Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto.)

 Fôlego

 Não é novidade que a crise econômica tem gerado inúmeras dificuldades aos prefeitos Brasil afora, muitos fragilizados politicamente. Tenham sido reeleitos ou não. Em Blumenau, o quadro é animador. O segundo mandato de Napoleão se inicia com excelentes perspectivas. Ele tem tudo para fazer uma gestão ainda melhor do que a primeira.