Destaques

Tertius, Ceron assumirá PSD-SC

O prefeito de Lages, Antônio Ceron, assumirá a presidência estadual do PSD.  Ainda não há uma data definida, mas ele deve ir para a proa da nau pessedista antes da campanha começar pelo calendário oficial da Justiça Eleitoral.

Foi este o entendimento a que chegaram Merisio e Kassab, semana passada, em São Paulo.  Não conferem, portanto, as especulações de bastidores indicando que a cadeira número 1 do partido em Santa Catarina seria assumida por Raimundo Colombo. O governador licenciado vai cuidar de sua campanha ao Senado (salvo alguma reviravolta de última hora no cenário).

A transição não deve ocorrer em junho, quando a direção nacional vai prorrogar os mandatos dos atuais dirigentes estaduais. Ocorrerá depois do prazo fatal para a realização das convenções homologatórias, em 5 de agosto.  O deputado também vai cuidar de sua campanha, liberando-se da presidência da sigla.

Ceron será uma espécie de Tertius. É muito ligado a Gelson Merisio e tem raízes políticas originais com Raimundo Colombo. Assumindo, um dos papeis que o prefeito poderá desempenhar é o de ponto de equilíbrio entre o governador e Merisio.

A foto é de 2015, quando Ceron, natural de Tangará, foi agraciado com o título de Cidadão Lageano. Posou entre Colombo e Merisio - foto>Fom Conradi
A foto é de 2015, quando Ceron, natural de Tangará, foi agraciado com o título de Cidadão Lageano. Posou entre Colombo e Merisio – foto>Fom Conradi